Eu e o sobrinho do meu marido

Mais uma vez ele veio aqui em casa, no meio da semana , meu filho estava na escola e eu sozinha a tarde.
Mas dessa vez ele veio com a esposa dele, senti um pouco de ciúmes sim , mas tinha que entender que ele era casado também como eu.
Então cumprimentei eles dois, mas o meu olhar e o dele já dizia tudo, o desejo que sentíamos um pelo outro e a saudades.
Ela foi conversar com minha sogra e ele ficou no quintal de vez em quando dava uma olhada disfarçada para mim, mas na verdade eu estava ficando com medo, pois aquilo estava se tornando muito freqüente.
E então eu estava decidida a parar, afinal meu marido ou a mulher dele poderia desconfiar.
Ai minha sogra a convidou para ir na casa de uma amiga dela, e ele falou que ficaria esperando.
Fiquei desesperada, pois não queria mais, eu estava decidida.

Elas saíram e logo ele entrou meu agarrando.
Falando:
– Minha gostosa estava com saudades de você!
Eu o empurrava, me solta eu não quero mais…alguém pode acabar desconfiando.
Ele desconfiada nada não tem ninguém agora aqui.
E alisando minha bunda, apertando.
Eu apertando seu peito para afasta-lo de mim.
Mas ele não me ouvia tamanho era o desejo e a saudades dele.
– Falava:
Vem amor larga de frescura que não muito tempo minha esposa está ai.
Eu neste dia estava de vestido longo preto e sem calcinha como sempre.
Ele alisando minha bunda, levantando o vestido.
E me deu um longo beijo roubado e ao mesmo tempo forçado.
Nisso meu desejo estava misturado, com tesão, medo, e desejo.
Ele me beijou loucamente nossas línguas se entrelaçavam, ele chupava minha língua forte…estava sendo um pouco grosso dessa vez.
Nunca tinha sido pegada a força por um homem sem querer muito.
Mas ele me dominava de um jeito que nem eu estava me reconhecendo.
Então…ele me jogou no sofá…já abaixou a calça do meu vestido chupando meus seios…enquanto eu ainda o tentava afasta-lo de mim mas era tudo em vão.
Ele mamava deliciosamente nos meus peitinhos passando a língua em volta e outra hora enviando ele todo a boca revezando um e outro.
Nisso a mão dele já alisava minha xaninha que estava ficando bem molhada.

Desceu beijando minha barriga e segurando minhas pernas abrindo bem elas, começou a lamber minha boceta igual um cachorro esfomeado, lambia da entradinha até o grelinho ,me deixando louca.
Ele chupava muito gostoso passou uns 5 minutos lambendo sugando chupando ela e eu me contorcendo.
Eu gozar na boca quente dele.
Então ele me sentou no sofá a abriu o zíper da calça …falei que não era melhor nós parar que a esposa dele poderia chegar.
Mas ele disse que não estava com saudades da minha boquinha quente no pau dele. Então tirou aquele pau duro para fora….com a cabecinha melada de tanto tesão e.. Me puxou pêlos cabelos…e falou:
– Mama minha putinha sei que è isso que você gosta.
Eu ainda tentava resistir…não queria abrir minha boca e ele segurando meus cabelos esfregando o pau dele na minha cara….falando vai minha vadia…mama.
Então não agüentei a pressão…e comecei a sugar a cabecinha ..eu dava lambidas….em volta.
Enfiada ele todo na boca mamando….e ele gemendo.
Falando mama minha puta isso assim.
Eu sugava cada vez mais com vontade….minha boquinha quente fazia vai e vem no pau dele…

Passava a língua por fora….e desci ate o saco e chupava…um de cada e fazia novamente ele soltar gemidos ….
Então subia novamente e lambia o pau dele até em cima e mamava naquela vara gostosa. Ai como ele estava com pressa com medo da esposa chegar…
Falou Amor você vai ficar aqui em pé na janela vou foder teu cuzinho por traz e quando você vê elas subindo me avisa para gente parar.
Então me colocou em pé na janela…e levantou meu vestido.

Abaixou e lambeu meu cuzinho deixando ele bem molhadinho…e foi enfiando bem devagarinho.
Foi enfiando a cabecinha….sentia aquela cabeça molhada…abrindo meu rabinho cada vez mais…
Eu ainda soltei um gemido de dor…ele foi enfiando…… e eu gritando baixinho ai……….e assim foi entrando tudo…sentia aquele pau duro e grosso todo no meu cuzinho.
E foi bombando…eu estava sendo possuída na bundinha por traz em pé…mas estava uma delicia ele me xingando ai que cuzinho gostoso minha vagabunda gostosa…que bundinha apertadinha você tem…rebola no meu pau vai…sei que você gosta de dar a bundinha….e sabe também que eu estou adorando comer ela.

Vai puta rebola. E fui rebolando empinando a bundinha cada vez mais para traz ele segurava na minha cintura, as vezes mordia minha nuca…..falando no meu ouvido , Amor, adoro meter nessa tua bundinha, sabe que meu pau já está acostumado? falei è.. Ele è vadia…e agora quero sempre foder ele.
E bombava sentia as bolas dele baterem na minha boceta….e o pau entrando e saindo do meu cuzinho.
Eu gemendo as vezes eu soltava um gritinho ai pois ele bombava mais forte e dizia que esse gritinho estava mais tesão nele.
Ai foi que vi minha sogra e a mulher dele subindo e o avisei…elas estão chegando.

Então ele apressou as bombadas, forte e falou to gozando no teu cu….aiiiii.
E assim ele gozou no meu cuzinho enquanto ele de porra.
Ai abaixei meu vestido e ele foi lavar o pau dele no banheiro.
E quanto ela abria o portão lá em baixo…ele me agarrou na cozinha me deu um beijo de língua rápido e falou a gente se vê….e foi para casa de minha sogra.
Eu desfaleci no sofá….de dar tanto a bundinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *