Travesti safada comeu meu cuzinho

O que vou contar agora se passou quando eu tinha 22 anos e minha namorada, 18 anos, ela sempre teve um corpo escultural, 1,68m, morena, olhos azuis, linda!
Estávamos conversando e foi quando ela me disse que tinha vontade de me ver com outra pessoa, eu me espantei, embora ela sempre se mostrar muito safada, conversamos ela me explicou que não era com uma mulher e sim um travesti conhecido dela, para a sorte dela eu sempre tive curiosidade de transar com um traveco, mais nunca tive oportunidade adorei a ideia.

Marcamos e fomos ao seu encontro, ela disse que eu ia me surpreeender, e foi o que realmente aconteceu, era praticamente uma mulher, linda, cabelos pretos, cinturinha fina, 1,70, olhos castanhos, fomos direto para um motel e minha namorada disse que estava preparando uma surpresa, fiquei curioso mais ela falou que so ia me dizer na hora certa, entramos na suite e ela partiu pra cima de mim e começou a me beijar, senti a travesti abrindo meu ziper, começou a massager meu pau, que em instantes ficou duro como pedra, ela então caiu de boca e começou a chupar delociosamente, minha namorada foi descendo e passou a dividir meu pau, ela levantou a blusa da minha namorada e deixou seus seios a mostra, ela retribuiu e tirou o vestido da amiga deixando a só de calcinha, era uma mulher linda, as duas começaram a se beijar a travesti foi logo descendo ate chegar na bocetinha da minha namorada, sentei na cama e fiquei observando as duas, ela chupava com a mesma vontade que chupava meu pau, fui pra tras dela e comecei a lamber sua bunda, tirei sua calcinha e me deperei com um pau de uns 20 cm, fiquei lambendo seu cu, enquanto ela chupava a boceta de minha namorada, que disse que queria chupar aquele pau, ela se levantou e o colocou na boca de dela, e eu passei a chupar aquela boceta gostosa e toda melada. Depois de um tempo minha namorada se levantou e pediu para que eu deitasse na cama ela veio por cima e começou a cavalgar no meu pau, a amiga chegou por trás e ficou enfiando o dedo no cuzinho de dela, que rebolava sem parar, enfiou um, dois, três dedos, foi ai que ela pediu por pica. Ela se posicionou atrás de minha namorada, abri mais ainda aquela bunda, ela soltou um gritinho de dor mais logo foi se acomodando, começamos aqueles movimentos de vai e vem deleiciosos, falavamos muita putaria, ela disse que também queria sentir um pau no cu, ficou de quatro e eu chegeui por trás e fui enfiando até começarmos um vai e vem minha namorada me incentivava, dizendo pra eu arrombar aquele cu, fodemos de varias maneiras.
Minha namorada disse que queria ser fodida por mim, deitou se na cama, abriu as pernas e ficou toda arreganhada, enfiei meu pau do jeito que ela queria a amiga veio por cima e ficou brincando, lambendo minha bunda, passando a lingua no meu cu, naquele momento, tomado pelo tesão eu não queria saber de nada, ela pegou um lubrificante na sua bolsa e fez do mesmo jeito que fez com minha namorada, enfiou um, dois, tres dedos no meu cu, que até então era virgem.
De repente senti algo maior q um dedo encostar na entrada do meu rabo, era ela com aquele pau, que parecia maior ainda, tentei fugir, mais não deu tempo, já tinha entrado a cabeça, pensei que fosse me rasgar no meio, era uma dor imensa, ela parou até eu acostumar e foi enterrando o pau no meu cu. Eu era o recheio daquele sanduiche do prazer, minha namorada anunciou seu gozo e começou a gemer mais alto e se tremer toda, tirei o pau da sua boceta e enfiei no seu cu, até eu gozar, lambusei seu rabinho todo, a outra me puxou pro lado e ela veio chupar meu pau, ela ficou comendo meu cu de ladinho, quando disse que ia gozar, senti seu pau inchando dentro de mim seguido de uma quentura, era seu esperma invadindo meu cuzinho, quando tirou seu pau da minha bunda, seu liquido escorreu pelas minhas pernas. Ficamos ali deitados e minha namorada perguntou se eu havia gostado da surpresa, respondi que sim, foi inesquecivel

Sexo por Telefone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *