Putaria entre Estagiário e o Advogado

Comecei a trabalhar no escritório de advocacia logo após o início na faculdade de direito. Um amigo me indicou e passei a ser estagiário em tempo integral. No começo tudo foi novidade, muitos códigos e palavras que não eram do meu dia a dia foram se introduzindo em meu vocabulário. Foi uma verdadeira tempestade cerebral, mas foi muito apaixonante. No início trabalhei com uma advogada que só cuidava da área trabalhista e fiquei com ela durante 6 meses. Depois fui designado para ser assistente do Dr. Paulo, um advogado muito experiente e profundo conhecedor do direito. No início ele não se aproximou muito, era pouco extrovertido, só me procurava apenas quando precisava de algo. Como ele costumava fazer serão todas as noites, acabei ficando mais próximo pois somente eu e ele ficávamos no escritório. Me ensinou muitas coisas e acabamos nos tornando amigos. Me contou que foi casado por 15 anos, tinha duas filhas que era a paixão da vida dele. Mas sua esposa também advogada era muito fria e o casamento acabou e se tornaram grandes amigos. Confidenciou que saia com algumas mulheres, mas não queria mais compromissos com ninguém. Numa quinta-feira ficamos trabalhando até as 11 da noite. Fechamos o escritório e fomos em direção ao estacionamento. Estava me dirigindo ao meu carro e o Dr. Paulo me perguntou se não queria tomar alguma coisa pois ele estava muito ligado no processo que ficamos trabalhando e queria dar uma espairecida e beber sozinho não era o que ele desejava. Combinamos de ir até um barzinho na vila Madalena muito bacana e fomos cada um no seu carro. Não sou motorista habilidoso então ando muito devagar.
Continue lendo “Putaria entre Estagiário e o Advogado”

Saindo com o cara sarado do hornet

Boa tarde , hoje o que vou relatar é de uma aventura que tive com um cara do hornet , bom meu nome é Alex tenho 1,74, 80kg, moreno , coxas grossas , 28 anos . Bom estava no app hornet , quando um rapaz bem interessante me chama, vou chamá-lo de cesar , ele tinha 1,80, 83kg, corpo atlético , bem gostoso .
Conversamos bastante e trocamos whatsapp , dai sempre conversamos até que um dia marcamos uma real .

Continue lendo “Saindo com o cara sarado do hornet”

Conto Gay – Meu padrasto me fez de putinha gostosa

Meu padrasto e minha mãe iam ficar o dia todo fora e então eu resolvi pegar um fio dental e tirar umas fotos provocantes pra mandar pra uns machos que curtem.

Fiquei totalmente sem roupa e fui no quarto da minha mãe tirar a foto no espelho que tem lá. Tirei de várias poses e então fiquei de 4 com a bunda empinada.

-Mas olha só que safada. De fio dental com o cu empinado. Porque nunca ficou assim pra mim?

Meu padrasto tinha voltado mais cedo.

– Fica tranquilo que sua mãe ficou na sua tia.

Continue lendo “Conto Gay – Meu padrasto me fez de putinha gostosa”

Reencontro com antigo macho

Há anos atrás eu tinha o hábito de entrar em salas de bate papo pra arrumar uma foda com outros caras. Vou relatar uma que tive (pela segunda vez) com um cara que conheci no UOL.

Eu deveria ter uns 22 anos quando conheci este cara no Bate Papo UOL de Nova Iguaçu, ele veio até minha casa e me fodeu. Não era o macho que eu tinha em mente aquele momento, mas tava com tesão e até que ele conseguiu apagar bem o meu fogo. Cumpriu 100% o papel que deveria ter cumprido.

Alguns anos depois, novamente na mesma sala, eu reencontrei este cara, sem saber que ele era o mesmo de anos anteriores. Desta vez na minha casa não teria como rolar nada, então, disse que toparia dar pra ele novamente se a gente fosse pra um canto qualquer, não me importo, contanto que seja discreto. Pois bem, ele me buscou perto da minha casa e seguimos no carro dele, um táxi.

Continue lendo “Reencontro com antigo macho”

Fui arrombado pelo meu tio e pai dotado

Me chamo Carlos hoje estou com 36 anos,casado e com filhos uma garotinha e um garotinho,o que vou relatar aqui e verídico.Por volta dos meus 7 anos morava em um sobrado em construção onde só a parte de baixo estava pronta e a parte de cima ainda em construção,na minha casa moravam minha mãe,pai,irmão menor e um tio 10 anos mais novo que meu pai,o nome do meu tio é Paulo na época ele tinha 22 anos,meu pai Marcelo com 32 anos e minha mãe Carla com 25 anos.Esse meu tio tem um corpo atlético adora malhar e chama muito a atenção,ele é um rapaz muito brincalhão e adora crianças cuida de mim desde bebe sempre muito carinhoso comigo mas quando comecei a entender algumas coisas percebi que todo esse carinho tinha algo mais,sempre que ele me colocava no seu colo eu sentia uma coisa dura e as vezes molhada na minha bundinha,ele sempre me abraçava,me beijava muito,passava as mãos por todo meu corpinho branquinho mas eu na minha inocência achava normal.

Continue lendo “Fui arrombado pelo meu tio e pai dotado”

Perdendo o cabaço pro outro amigo de infância

No conto anterior eu detalhei como tive minha primeira experiência gay, e foi com meu melhor amigo, Henrique, ainda na minha adolescência. Como dito, na minha rua havia uns 6 garotos da minha idade, então era chegar da escola e ir pra rua jogar bola, bater pique, ir pra casa de algum amigo jogar videogame, computador, ou então, às vezes, pagar um boquete. Hehe
Esse conto vai ser da minha primeira experiência com um outro amigo meu que também morava na minha rua, e como ele tirou meu cabaço.
Seu nome era Carlos. Ele era alguns poucos centímetros mais alto que eu, nem magro nem gordo, um pouco cheinho, nada demais, cabelos e olhos castanhos. Ele tinha a minha idade, um mês mais novo apenas.
Um dia a gente tava brincando na rua, e começou a escurecer e os outros mlks foram indo embora pras suas casas, só sobrando Carlos e eu. Continue lendo “Perdendo o cabaço pro outro amigo de infância”