Sou putinha do meu irmão mais novo

Ele tem um nome muito comum: Lucas. Apesar de ser mais novo – tipo uns 17 anos, ele é mais alto. E, nas vezes em que banhávamos juntos, percebia que tinha a rola maior também. Nós sempre fomos muito ligados um ao outro. Nossas conversas, estudos, jogos e namoros… Sempre compartilhamos nossas aventuras e pedíamos conselhos também. No entanto, há pouco tempo ele vem tendo crises no namoro então resolveu dar um tempo.

Continue lendo “Sou putinha do meu irmão mais novo”

Meu tio mais velho me fudeu gostoso

Eu sou aquele tipo de pessoa que esta sempre pensando em sacanagem, pela minha cabeça passa todo tipo de situação, sou taradão mesmo hahaha. Não foi diferente com Douglas, apesar de ele ser bem mais velho que eu. Sempre que estavamos sozinhos ele fazia alguma brincadeira, tipo dar tapas na minha bunda ou me encoxar, mas eu sempre dava uma de difícil e saia. Era o penúltimo dia de 2014 e estavamos em uma casa de frente pra praia que alugamos para passar o réveillon acordei eram umas 10:00 Hrs da manhã lavei o rosto, sentei e liguei a TV, estava

Continue lendo “Meu tio mais velho me fudeu gostoso”

Encontrei o cara do bairro vizinho no grindr

Pra quem não me conhece: sou loiro, 23 anos, 165 cm de altura, corpo normal, bunda grande e totalmente passivo.
Aqui na cidade onde moro, preciso atravessar um bairro pra poder chegar a universidade onde estudo. Como meu curso é integral, às vezes eu faço esse percurso tanto de manhã, bem cedo, umas 6h45, como de noitinha, lá pelas 18h.

Continue lendo “Encontrei o cara do bairro vizinho no grindr”

Descobri que meu primo gosta de Piroca

Sou Junior e tenho 19 anos e moro aqui em Campo Grande MS faz uns 05 anos; tenho corpo magro e estou começando a malhar para pegar uma massa muscular, cabelos cacheados, pele branca e olhos castanhos, sempre fui muito comunicativo e gosto de ler; como sempre descrever a gente mesmo é muito chato, não sou nem um príncipe e nem um sapo. kkkk

Continue lendo “Descobri que meu primo gosta de Piroca”

Ganhando um Boquete em frente ao computado

Essa é mais uma estória real que vou descrever pra vocês agora. Meu nome é Rodrigo, moro em Belo Horizonte e tenho 22 anos. Bem, o fato de eu não ser afeminado sempre me proporcionou bons momentos. O mais recente aconteceu domingo passado. Eu, como faço habitualmente quase todos os dias, peguei minha bicicleta e fui para a quadra de futebol jogar. Chegando lá não haviam muitas pessoas e não dava pra formar dois times e então fiquei sentado conversando conversando com um sr. que estava com seu sobrinho de 2 anos. Ao lado deles estava outro carinha, que eu não conhecia mas, que pela aparência física fiquei logo interessado. Ele também se chama Rodrigo

Continue lendo “Ganhando um Boquete em frente ao computado”