Sexo Gostoso na Fisioterapia

Tudo aconteceu tão rápido que ainda estou morrendo de tesão por aquela mulher.
Uma moça formosa 27 anos, linda, morena, bundas e seios fartos, assim posso descreve-lá. Recentemente comecei fazer fisioterapia aqui perto de casa por causa de uma contusão na musculatura da coxa, com isso todas as vezes tinha que ficar apenas de cueca.
Tenho uma hora e meia de fisioterapia assim gerando uma boa comunicação com a gostosa. Nas decorrentes seções eu tento flertar com ela e vejo que estou sendo correspondido, as massagens nas coxas começaram a ficar mais intensas, com pequenos esbarrões e apertadas em meu pau, instintivamente me excitando, porém do nada ela para e me diz que rapidamente volta.
Com tudo escutei ela falando com a secretária que era pra esperar um pouco para mandar os outros pacientes que ela iria ter que dar um pouco mais de atenção a minha contusão.

Rapidamente ela volta e tranca a porta. A meu amigo nessa hora o fogo subiu!
Ela vem em minha direção abrindo o jaleco lentamente e retirando a blusa. Não perdi tempo e comecei a beija-lá vagarosamente sentindo cada cm do teu corpo.
Abri seu sutiã e logo cai de boca em seus peitos deliciosos enquanto ela me punhetava com uma cara de puta me pedindo para furdermos que ela estava molhadinha.
Acatei suas ordens e arranquei sua calça tendo uma surpresa!!! Ela estava sem calcinha, molhadinha, apenas esperando minha rola rasga-lá.
Deitei a na maca e lhe dei uma bela chupada, sugando todo seu mel enquanto ela mordia o travesseiro para abafar seu gemido para ninguém escutar.
Após uma bela chupada, enfio minha rola naquela buceta molhadinha e vou escutando os gemidos abafados. Aumento o ritmo apenas ficando o no ar o barulho das bolas batendo na bunda. Ela me diz para aumentar que queria gozar muito.
– AAAAAANW me fode mais, mais rapido, não para!!!
Só vejo ela se contorcendo na pequena maca, sem ter pra onde fugir. Então mandei a virar de quatro que queria fuder o cu dela. Ela não questionou e me disse:
– Achei que não ia querer fuder meu cu.
Coloquei bem devagar a cabeça e esperei acostumar um pouco, logo em seguida comecei arrombar aquele cu maravilhosamente apertado. Ela já nem ligava mais para os gemidos e urrava muito pedindo mais rola.
-AAAANW QUERO MUITA ROLA, QUERO QUE GOZE TODINHO EM MIM.
Aumentei o ritmo e ela se contorcia e anunciava seu gozo junto com o meu, inundei seu cu de porra, que ficou escorrendo todinha.
As suas pernas tremiam, não aguentava de tanto que fudemos, foram as 1:30h mais bem investidas na fisioterapia.
Antes de ir embora ela ainda me disse:
– Quero muito mais amanhã, mas quero ver como vou trabalhar o dia todo com sua porra no meu cu, que esta muito assado.
Bom meus leitores, vamos ver o que procede amanhã.
Abraços meus queridos.

Sexo por Telefone

1 comentário em “Sexo Gostoso na Fisioterapia”

Deixe um comentário