Dando gostoso na Oficina

 

Oi vou descrever um pouco de mim, Sou casada a 26 anos, tenho 43 anos, ainda enxuta e muito sacana, puta, ordinária, puta mesmo, nada mais ou menos, tá limpinho, eu traço. Já dei para médicos, dentistas, pedreiros, entregadores de farmácias aos de gás, jardineiros, etc… adoro fazer novas amizades, se com mulher é porque quero traçar os maridos delas, já traçei marido de muitas amigas. Quando vou a algum lugar que tem homens ou vou recebe-los em casa, uso saia ou vestido curto e aberto, sem calcinha e sem sutiã para mostrar tudo. Mas vamos ao relato: mau marido combinou com o mecânico que levaria o carro

até a oficina para alguns reparos, no dia combinado, por motivo de trabalho meu marido não pode levar o carro e pediu para que eu levasse o carro, embora meu marido leve o carro nesta oficina já a alguns anos eu não conhecia o mecanico, chegando lá vestida do jeito que fui, vi a cara de espanto e faceirice ao mesmo tempo, me apresentei, dizendo que era fulana, mulher de fulano, cliente dele e já havia combinado de levar o carro, mas teve compromisso e pediu que eu levasse, dito isso ele foi solicito e foi abrindo o capo e me chamando para mostrar e explicar o que teria que fazer, claro que me abaixei, olhei junto com ele e mostrei munha bunda e xoxotinha totalmente depilada, ele ficou louco, mas bem discreto, fiquei uma meia-hora me mostrando, combinei que pegaria o carro no outro dia, chegando lá, parece que estava me esperando, novamente mostrei tudo, pois me explicou o concerto outra vez, desta vez ele deitou naquela tabua de rodinhas que mecanicos usam e ficou em baixo do carro e mostrou o que foi feito, e eu mostrei minha buceta depilada para ele. Apartir deste dia só eu passei a levar o carro para consertos, neste dia ele recomendou que deveria trocar uma peça, entendi que queria ver outra vez, conforme combinei uma semana depois voltei e desta vez foi visivel o volume que tinha entre as pernas, mas era muito discreto e timido e eu não forcei a barra, tenho experiencia, tem que ier devagar…passou algum tempo e o carro não apresentou mais problema, mas vezes eu ia lá com alguma desculpa que algo não funcionava bem, coitado, procurava e não achava defeito. Certa vez ele pediu que eu deixasse o carro mais tempo para ele ver se achava o defeito e disse que assim que estive pronto ele levaria em casa para mim, aceitei de pronto. A tarde ele me ligou, dizendo que estava pronto e já ia levar o carro. Ai eu me aprontei para espera-lo: coloquei uma camisola totalmente tran sparente, tipo bata, que fecha atrás, mas sem transpassar, mal dei um tope nas tiras, quando ele chegou novamente foi me mostrar o que tinha feito, conforme eu me abaixava as tiras se abriram e minha bunda ficou totalmente as mostra, quando ele abriu o capo me apoiei para ver ele passou por trás e eu arrebitei a bunda encostando nele e senti aquela coisa dura e pelo volume era um cacetão que comprovei depois, tinha 31 cm e muito, mas muito grosso, exatamente como gosto de meter na buceta e no cu, quando encostei ja fui rebolando a bunda e dizendo que coisa dura, finalmente vou ter esse cacetão na minha boca, buceta e cu e já fui me abaixando e peguei aquele cacete com as duas mãos e comecei a mamar, esfregar no rosto, xoromingar, pedindo ele na buceta e no cú e deimediato ele me encostou no carro e me penetrou ali mesmo, estocava com força e tesão, encheu minha xoxotinha e depois enfiou no meu cu, deixando ele todo melado escorrendo porra, apartir dai vou toda semana dar na oficina. Hoje também estou de olho nos amigos do meu filho, entre tantos que ele tem escolhi três, afinal ele também come as mães dos amigos dele, isso fica para o próximo relato, tchau.

Sexo por Telefone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *