Vi minha esposa me traindo, o que eu faço agora?

 

Sábado teve aniversário do meu chefe numa chácara meio longe da cidade e eu saí de casa perto das 11 da manhã. Minha esposa levou meu filho logo cedo pra casa do amigo e disse que eu podia ir tranquilo para o churrasco pois ela ia para o salão fazer a unha e depois ia na casa da irmã dela.

Peguei o carro, passei comprar umas cervejas no posto e peguei a estrada. Quase chegando lá, lembrei que tinha esquecido o vinho que comprei para o meu chefe em casa (e eu não podia chegar lá sem dar presente). Fiquei puto mas não tinha o que fazer, dei meia volta e fui pra casa buscar o vinho de 200 conto que tinha comprado.

Chegando em casa, o controle do portão não funcionava. Apertei mil vezes e nem sinal daquela porra abrir. Como estava sem a chave do portãozinho, não teve outra escolha. Tive que estacionar o carro lá na frente e pular o portão trancado.

Quando desci o muro, a surpresa: uma moto BMW 1600 top estava estacionada dentro da minha garagem! Uma moto enorme, do tamanho do ford Ka da minha esposa que estava estacionado do lado.

Meu coração foi na boca. Será que era o que estava pensando? Me controlei pra não sair correndo, respirei fundo, e fui sorrateiro até a porta de casa. Como estava trancada e eu não queria fazer barulho, apenas olhei pela janela e não vi nada lá dentro. Resolvi dar a volta pelo corredor de trás da casa.

Quando cheguei no portãozinho que dá para a área de churrasco, vi a cena do crime acontecer. Minha esposinha safada estava só de lingerie no colo de um filho da puta… Os dois tomavam champagne nas taças do nosso casamento enquanto se beijavam. Não consegui identificar quem era o cara pq ela estava encavalada nele, com a bunda virada pra mim. Só conseguia ver a mão do filho da puta que não parava de apertar a bunda gostosa dela.

Quando ela saiu do colo, eu vi o desgraçado. Era um playboy cretino que joga tênis comigo no clube toda semana. O filho da puta tem uns 45 anos e é muito rico, quando fica putinho no meio do game, quebra raquete de tênis de 800 conto jogando no chão. Ninguém, absolutamente ninguém que eu conheço gosta dele. Mas, pelo visto, minha esposinha gostava, e muito.

Não demorou pra ela encavalar de novo nele, colocar a lingerie de lado e ajeitar a linguiça do desgraçado pra dentro da bucetinha rosa dela. Aquela cena fez meu coração disparar. Não acreditava no que estava vendo. Ela rebolava gostoso no pau dele enquanto o cretino alisava a bundinha dela com as mãos. Fiquei sem reação e não consegui sair do lugar vendo a minha esposa loirinha metendo ali, na área de churrasco, em plena luz do dia. Ninguém do nosso círculo de amizades poderia imaginar que ela, casada, mãe de um menino, se atreveria a meter assim, na área de lazer, meio dia e meio.

Mas não demorou muito. O playboy sofre de ejaculação precoce e gozou rapidinho assim que ela começou a galopar. Minha esposinha tratou de chupar o pinto do cretino para não deixar porra e assim que ela terminou o serviço, o filho da puta pulou pelado dentro da piscina que eu tinha acabado de mandar limpar.

Minha esposa ria de tudo que aquele idiota falava, mas ela não entrou na piscina. Ficou do lado de fora só de lingerie com aquela porra escorrendo pelas coxas branquinhas da minha esposa. Enquanto aquele ogro nadava pelado na piscina, meu filho ligou pra ela no celular. Só ouvia a safada falando: “não amor, a mamãe não tá podendo falar agora, a mamãe está ocupada”.

Quando o playboy saiu da piscina, ela deu minha toalha do Brasil pra ele se enxugar… que atrevimento. Ela entregou pra ele dizendo “essa é do corninho hahahahahahahaha”. E os dois só riam. Ele só falava merda e ela só ria. Debruçada no balcão da área de lazer, ela deixou ele agachar e atolar o nariz no rabo gostoso dela. Depois de fungar muito na bunda dela, ele pegou ela por trás e começaram a meter de novo. Eu só conseguia ver aquele desgraçado meio gordo com as costas peludas metendo na minha loirinha.

Pra variar, o playboy gozou e não deu no coro. Depois de muito papo furado e saiu e entrou pra dentro de casa. Percebi que ele foi buscar algo na moto. Ele voltou cheio de sacolas. Eram presentes pra minha esposinha. Tinha bolsa, perfume, colar, brinco, tudo de marca. 20 mil em presentes ali fácil. O cretino aproveitou a euforia da minha esposa recebendo tantos presentes e perguntou se ela não queria largar pra ir viver com ele. Ela desconversou, falou do filho, da família, não deu brecha. Mas quando perguntou “e aí? como eu fico?” ela não demorou pra responder: “a minha bucetinha já é sua, é só combinar que você vem comer…”

Eles terminaram a última garrafa de champagne com alguns beliscos e entraram pra dentro. Ela deixou a porta da cozinha aberta então consegui entrar sem fazer barulho. Subi até o nosso quarto e porta tava fechada. Não demorou muito pra eu começar a ouvir os gritos dela lá dentro metendo de novo com o playboy desgraçado. Quando desci para a garagem e vi a moto de novo, caí na real. Eu tinha espiado os dois durante duas horas e não tive condições de ir pra cima deles para parar aquilo tudo. A reposta para isso é uma só: me tornei oficialmente um corno manso. Tudo aquilo me deu um tesão absurdo, nunca tinha sentido nada igual.

Pulei o portão para a rua, peguei meu carro e parei uns 3 quarteirões dali. Voltei pra casa, pulei o portão novamente, fui até o quarto do meu filho e mandei whatsapp pra ela: “amor, já estou voltando pra casa”. Em questão de minutos a porta do quarto abriu e ela saiu correndo só de lingerie pela casa pra esconder tudo que estava no quintal. O desgraçado saiu rindo do quarto pelado e foi para o quintal também. Lá de cima conseguia ver ele se trocando e ela recolhendo as taças e as garrafas correndo, desesperada. Tesão demais ver ela só de lingerie correndo desesperada com medo de ser flagrada traindo o marido. Ela mandou o playboy embora e só ouvi o som da moto ligando e saindo da garagem.

A safada entrou correndo com os presentes, escondeu em algum lugar as sacolas e entrou no banho. Enfim saí do quarto, e fingi que estava entrando em casa. Avisei ela que tinha e ela me respondeu “que bom!” dentro do banho.

Ela saiu com uma lingerie linda e veio me beijar, disse que queria sair comigo já que eu tinha voltado mais cedo. Nem comentei sobre o cheiro de álcool na boquinha dela. Só sei que ela, meio assustada com a correria, disse que ia para o salão fazer a unha.

A safada saiu de carro e eu fiquei sozinho em casa, cheirando a calcinha dela toda lambuzada de porra que ela deixou no cesto de roupas do banheiro.

Vocês acham que eu devo contar pra ela o que eu vi? Tenho medo dela se assustar… Só sei que estou gostando de saber que ela gosta de meter chifre e estou ansioso pra ver ela metendo com alguém de novo. O que vocês acham? Pode deixar um comentário aqui com a sua opinião porque eu preciso de ajuda pra decidir oq fazer. Pode mandar mensagem também que eu respondo por lá.

Sexo por Telefone

4 respostas para “Vi minha esposa me traindo, o que eu faço agora?”

  1. Cara, eu também sou corno manso. Vou te dizer uma coisa: descobrir que está sendo traído realmente dói no início. Você tem três opções:

    1) Apelar para a violência e dar uma surra NO CARA que tá comendo sua mulher (nunca agrida sua mulher por causa disso, mas o cara sim).

    2) Converse com sua mulher que você sabe de tudo e peça o divórcio.

    3) Aceite os chifres. Deixe sua mulher ser feliz. Quem sabe vocês podem até ter um casamento aberto, deixando sua mulher ser comida por outro homem na sua frente?

    Eu escolhi a terceira opção. Vivo feliz com ela e a faço feliz em deixar que ela escolha seus amantes. A maioria dos amantes são bem mais vigorosos que eu em matéria de sexo. Ela não tem do que reclamar.

  2. Amigo,bem na boa,tu curtiu ela com outro,isso e chama fetiche e não é crime, tentar se abrir para ela só que ao invés de ficar de fora entra junto na brincadeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *