Tomando Leitinho de um Motorista do Uber

Tinha acabado de sair da Sauna Relax daqui de Campo Grande, aqui busao somente até a meia noite, ai que que recorri ao famoso aplicativo Uber, tinha tomado algumas cervejas e curtido uma noite legal, afinal o local é agradável e sempre vou pra sair da rotina.

Sou Leandro, tenho 19 anos, corpo magro, olhos castanhos e cabelo liso jogado no olho, tenho 1.70 de altura e trabalho como vendedor numa loja do centro, curto sexo e uma boa rola, pra mim o cara tem que ser daqueles com pegada, que saiba comer um cu sem dó.

Como disse chamei o Uber que não demorou muito, como estava com pressa nem me detalhei a beleza do motorista que só pude admirar quando adentrei no carro.

– Boa Noite!

Aquela voz grave e sua cordialidade me chamava a atenção, fomos conversando ao ponto dele me perguntar.

– Onde você estava é uma sauna gay?

Respondi que é sim e o papo foi fluindo, ele devia ter por volta dos 29 anos, estava bem vestido e ao analisar tinha uma barba de leve, moreno e meio encorpado.

Como moro longe fomos conversando e ele parecia curioso a respeito da sauna e confessou que tinha receio de ir.

– Mas lá rola pegação?

Perguntava ele.

– Se você for nesse intuito sim, mas tem gente que vai pelo ambiente. Respondo.

Então aquele motorista gostoso me confronta.

– Você foi por qual?

Dei uma risada de leve e disse que fui pelo ambiente, mas acabei curtindo com cara, acabei mamando ele é só, falei assim já pra estigar, afinal estava perguntando demais.

– Então você gosta de mamar kkkk (dava uma risada maléfica)

Respondo na lata.

– Se o conteúdo valer!

Noto que ele diminui a velocidade da corrida ao entrar numa rua escura.

– 20 centímetros mata sua vontade? Tá balançando pra você!

Na hora fiquei sem reação e dei uma olhada, era uma magestosa pica grande e grossa…. Ele parou o carro e fui para o banco da frente conferir de perto aquele instrumento, pequei naquela pica convidativa a ser mamada, com veias saltando e uma cabeçona.

Comecei a chupar aquele pau, putzzzzzz que rola gostosa, mal cabia na minha boca, ele forçava minha cabeça e literalmente eu caia de boca ouvindo ele gemer.

Aquele cara delirava e fodia minha boca, apesar do carro ser meio apertado eu curtia aquela situação, enquanto tinha uma pica me fudendo pela boca eu ainda sentia seu corpo.

Me apoiava naquela perna grossa enquanto caminhava minha lingua por toda extensão daquela geba.

Ele viajava na mamada ao ponto de gozar em momentos, me lambuzava com cada gota que saia aos poucos, porém queria mais e mais… queria seu jato todo de porra me fazendo engasgar, queria engolir seu leite… Chupava suas bolas enquanto o punhetava, então sentia o pulsar daquela rola no extremo prazer, começo a mamar, engolir cada centímetro e num vai e vem rápido e violento, aquela forma de engolir e voltar acelerado ao ponto de se engasgar, ele anunciava seu gozo e então loucamente ouço seu urro de prazer, sentia a quentura da sua porra é então engolia tudinho sem perdoar nenhuma gota.

Que delíciaaaaaaaaaaa!!!!!

Aquele motorista além de roludo tem uma potência na gozada, maravilhoso sentir jatos quente…

Depois naquilo pequei o número dele, já me deixado em casa ele me avisou.

– Na próxima quero gozar no seu cuzinho.

Sai rebolando pra ele e já com cu piscando.

Fim

Autor. Daniel

Sexo por Telefone

1 comentário em “Tomando Leitinho de um Motorista do Uber”

Deixe um comentário