Fazendo meu sobrinho gozar gostoso

Olá gosto muito do site e resolvi escrever um pouco do que vivo. Tenho algumas histórias que gosto muito e que foram muito prazerosas mas vou começar com uma bem recente que foi deliciosa estranha e confusa.

Sábado minha irmã queria passar a noite fora mas estava preocupada que seu filho mais velho estava com muita febre e assim não se sentia a vontade de sair mas depois de alguma conversa combinei que passaria a noite na casa dela tomando conta deles e principalmente de olho no dodoi. Cheguei sabado no final da tarde, ela e meu cunhado logo sairam e fiquei lá com meus dois sobrinhos, pedimos uma pizza e o mais novo assim que comeu foi para o quarto jogar, o outro mal tocou na pizza estava deitado

Ler maisFazendo meu sobrinho gozar gostoso

Meu sogro me engravidou

Tudo começou quando eu e meu esposo começamos a brigar pelo fato de que eu não conseguia ficar grávida de forma alguma. Eu sabia que ele tinha esse sonho de ter filhos, e eu também. Estávamos tão frustados que eu já estava vendo o nosso casamento ir para o espaço.

Comentei a situação com uma amiga da faculdade e ela me aconselhou a procurar um médico. Assim, sem meu esposo saber, eu fiz uma série de exames para detectar se o problema de fertilidade estava em mim ou nele. Depois de uns 20 dias recebi os resultados. Meu marido não os viu porque estava viajando.

Os exames mostraram que não havia nada de errado comigo, mas sim com o Fábio, meu esposo. Nosssaaa!! Isso ia ser um baque para ele. Mas eu pensaria mais nisso quando ele voltasse da viagem, já que eu tinha que dar atenção ao meu sogro, que tinha ficado na nossa casa para me fazer companhia na ausência do Fábio.

Ler maisMeu sogro me engravidou

Minha irmã mais velha transou comigo

Me chamo Juliano, tenho 25 anos e a um tempo atrás rolou uma coisa bem louca. Tenho uma irmã que se chama Gabriela, é 2 anos mais velha do que eu e quando eu tinha 19 a gente acabou fazendo uma besteira que por um tempo me deixou muito constrangido, mas depois, com o tempo, eu relaxei e comecei a achar incesto algo natural. Se as duas pessoas querem, não tem porque os outros serem contra.

Aqui em casa somos uma família comum, meu pai e minha mãe trabalham o dia inteiro, nosso apartamento tem 2 quartos, por isso desde cedo sempre dividi o quarto com a Gabi, pra gente nunca foi problema, mas com o tempo ela foi ficando muito gostosa e mesmo sem querer eu não podia deixar de reparar na minha irmã. Ela tem uns peitinhos lindos, nem muito grandes e nem muito pequenos, do tamanho certo pra caber na minha mão e na minha boca.

Não vou entrar muito em detalhes de como começou nosso caso para não ficar muito extenso, mas posso dizer que ela começou a notar que eu olhava diferente pra ela e sempre fomos tão unidos que quando ela tava mal por causa de um namorado, eu é quem consolava ela, a gente sempre foi de trocar muito carinho e acho que por causa da carência dela acabou rolando.

Ler maisMinha irmã mais velha transou comigo

Flagrei meu cunhado se masturbando cheirando minha calcinha

Meu nome é Ângela, sou morena clara, olhos verdes, 1,65m, 28anos, 58 kg muito bem distribuídos. Só quem é mulher sabe o quanto é difícil manter um corpo quase perfeito, porque, perfeito é impossível não é mesmo? São horas e horas de muito sofrimento em academias e de longas caminhadas, sem contar os regimes e outros truques para disfarçar novos defeitos que o tempo impiedosamente nos “presenteia”.
Casei muito jovem com Carlos mesmo contra a vontade dos meus pais. Estava começando meu curso de medicina, tinha na época apenas 18 anos e Carlos 27. A construtora como de praxe não cumpriu o prazo de entrega do nosso apartamento, e por insistência da minha sogra fomos morar com ela até o término da obra, sabe como é mãe, não quer ficar longe das suas crias de jeito nenhum.
Confesso que fiquei meio receosa no início, mas aos poucos percebi que dona Anna era uma pessoa maravilhosa. Morávamos na casa Eu, Carlos meu marido, Dinho meu cunhadinho adolescente e minha sogra, já que meu sogro era falecido.

Ler maisFlagrei meu cunhado se masturbando cheirando minha calcinha

Papai de tanto me proteger e me comeu gostoso

Pelo que aconteceu comigo, tornei-me fã de contos eróticos na internete e resolvi escrever a minha estória. Meu nome é ANDRESSA (fictício), nunca fui nenhuma deusa da beleza, mas me considerava uma menina com um corpo bem definido: Magra; morena clara; cabelos curtos; 1,65 mts; 56 kgs; bundinha certinha e firme; seios um pouco grandes porem durinhos. Com 18 anos terminei o ensino médio e fui tentar a faculdade de odontologia (meu sonho).

Apesar de tentar em 2 faculdades, não passei em nenhuma delas e fiquei muito frustrada. Meu pai; que ainda não tinha se separado de minha mãe, conversou muito comigo tentando me tranqüilizar dizendo que eu era ainda muito nova e que poderia fazer um cursinho pré-vestibular e tentar no ano seguinte; mas me alertou para analisar meu comportamento durante todo o ano que foi de namorar quase todos os dias; cinema; festinhas e bailes quase todos os finais de semana, e que se eu tinha um objetivo deveria mudar meu comportamento.

Ler maisPapai de tanto me proteger e me comeu gostoso

Chifrando o meu marido com meu Cunhado

Sou uma mulher de 34 anos atraente loira siliconada (500 ml ou seja seios grandes) malhada bumbum grande e cochas grosas trabalhada em academia mais minha maior academia que faço sempre foi muito sexo (como conta meu último conto) Que meu marido é um corno até mesmo antes de ele saber … Na verdade ele sempre foi corno desde o nosso tempo de namoro coitado são 11 anos de muito chifre mais nada se compara com os chifres que ele tem levado de um ano para cá quando ele realmente aceitou a ser corno manso e governado por mim eu disse a ele ou você aceita a ser corno manso ou vai ser do mesmo jeito (dominei a situação e também sua cabecinha) Ai ele aceitou e virou meu capacho meu

Ler maisChifrando o meu marido com meu Cunhado

Dando a pepeka para o pai da minha amiga

Vim para o Brasil visitar uma amiga minha que morava na Europa, mas se mudou para uma cidade no RS. Depois de três aviões (algumas masturbadas nas alturas) e quase 200km de carro cheguei numa cidade na Serra. Minha amiga me apresentou novamente para a sua família, pois faziam quase 10 anos que não nos víamos mais. Ela me apresentou o irmão, Luigi, um moreno alto, musculoso, com olhos verdes, extremamente sensual que ao me ver me comeu com os olhos. Logo pensei: “esta aí minha presa!”, me mostrou a mãe, Cecília, uma quarentona deliciosa que já me imaginei me esfregando e, por último, o Joel, o pai dela, um cara bem bruto, alto, grande, meio loiro, barbudo, tipo aqueles lenhadores… Fiquei olhando no quão grande ele era, mas não tinha me atraído.

Ler maisDando a pepeka para o pai da minha amiga